Pastor insinua que Jesus era gay




"É Natal. É tempo de Jesus sair do armário.” 
Esta é a polémica legenda de um cartaz afixado em Auckland, Nova Zelândia, por ordem do reverendo Glynn Cardy, da Igreja de St. Matthew.
A ideia não é ofender, assegura, mas sim reforçar a humanidade de Jesus e levar os fiéis a repensarem os seus preconceitos. A ligação de Cardy a polémicas não é nova. Em 2011, mandou afixar outro cartaz mostrando a Virgem Maria a olhar, chocada, para um teste de gravidez.
A polémica dessa vez durou pouco, pois um homem revoltado arrancou e rasgou o cartaz.
Fonte: CM

Gostou? Partilhe...

Posts Relacionados

Pastor insinua que Jesus era gay
4/ 5
Oleh
Página inicial