Icon Icon Coffe Things
Gearbest flash-sale promotion

Pai da Fanny desmente Diogo “Tenho tudo gravado”

19/05/12

As trocas de acusações entre o ex-noivo e o pai da Fanny continuam e a “guerra suja” está longe de terminar. Diogo Cruz diz-se vitima de burla e alega que os 20 mil euros que pediu de empréstimo, e que se encontram por pagar, se destinaram à compra de um Mercedes, para ele e para a Fanny, que ficou em nome e na posse do pai da ex-concorrente da ‘Casa dos Segredos 2′. O DJ afirma também ter emprestado dinheiro para arealização de obras na casa de Fernando Rodrigues em Oliveira de Azeméis.

O pai da Fanny defende-se e em declarações à revista Nova Gente, considera ridícula a situação. “Isso não faz sentido nenhum. Eu paguei-lhe a carta, que me ficou em 10 mil francos suíços (8326 euros) e ainda lhes comprei um Audi. Ia lá precisar que me emprestasse dinheiro para um carro e para uma obras que nem sequer existem“, exalta-se. “Gravei uma conversa que tivemos em que ele admite que o empréstimo que contraiu não era para mim. Aliás, diz mesmo que o fez nas minhas costas” acrescenta.
Ainda assim, prefere apresentar provas no momento certo ou sem tribunal, pois diz serem o seu “trunfo” nesta guerra.
Fernando Rodrigues afirma que o único dinheiro que o DJ Disnudo tem a receber são 2500 francos (2 mil euros), referentes a metade da entrada do Mercedes, dinheiro que daria a Diogo, caso Fanny decidisse que o devia fazer.
No entanto, o emigrante não está pelos ajustes “Ele deixou a conta da Fanny a negativos enquanto ela estava no programa. E ainda gastou 700 euros em contas de telefone, que eu paguei, tudo para fazer vida de rico em Portugal. Quando ela descobriu isto, disse-me para não lhe pagar, mas nem me quis dizer quanto dinheiro ele gastou, porque era melhor eu não saber” explica.



Visualizações de página!!

Gostas?