Detectada carne de cavalo em lasanhas em Portugal

Detectada carne de cavalo em lasanhas em Portugal
A Nestlé detectou vestígios de carne de cavalo em lasanhas que são vendidas na restauração e na hotelaria em Portugal.

A multinacional suíça não escapou à fraude que atinge o sector agro-alimentar e foi obrigada a retirar a marca Davigel, vendida na restauração e hotelaria, por conter carne de cavalo.

Fonte oficial da Nestlé Portugal confirmou ao Económico que "o único produto afectado é uma lasanha vendida no canal horeca [hotéis, restaurantes e cafés], sendo que em Portugal não há nenhum produto vendido no retalho alimentar afectado por esta fraude".

A mesma fonte garantiu que a Nestlé já suspendeu a relação comercial com o fornecedor alemão da marca Davigel depois de ter detectado a existência de carne de cavalo numa lasanha bolonhesa que deveria conter apenas carne de vaca.

A multinacional suíça analisou todos os produtos e matérias-primas até chegar a este resultado e "retirou de forma voluntaria os produtos do mercado". A mesma fonte salienta que ainda é cedo para avaliar o impacto deste problema tanto em termos de vendas ou imagem da multinacional. No entanto, sublinhou que não se trata de um problema de segurança alimentar, mas sim de uma fraude. "Não estamos a salvo, tal como qualquer outra empresa agroalimentar", declarou.

Gostou? Partilhe...

Posts Relacionados

Detectada carne de cavalo em lasanhas em Portugal
4/ 5
Oleh
Página inicial