Bélgica apresenta queixa contra salários de três euros na Alemanha

Bélgica apresenta queixa contra salários de três euros na Alemanha
O site da televisão CNN avança que a Bélgica apresentou uma queixa à Comissão Europeia devido às práticas laborais desleais praticadas pela Alemanha, país onde não existe um salário mínimo e a legislação permite que os rendimentos mais baixos não paguem impostos, contribuam para a segurança social ou outro sistema de pensões.

Deste modo, algumas empresas alemãs contrataram trabalhadores a quem pagam três a quatro euros à hora. O que no penaliza a competitividade de países vizinhos.
Nesse sentido, a Bélgica decidiu apresentar uma queixa à Comissão Europeia, revela a CNN, na qual fala numa prática de “‘dumping’ social”, ou seja, a venda de bens abaixo do custo de produção e, que saliente-se, é proibida no seio da União Europeia.
 “A Bélgica quer que a Comissão impeça esta concorrência desleal entre países”, disse a porta-voz do governo belga, Els Bregguman, à CNN.
De referir que, segundo a própria Comissão Europeia, a Alemanha tem cerca de 7,5 milhões de funcionários a trabalhar em ‘mini-empregos’, designadamente imigrantes do Leste Europeu, acrescenta a CNN.

Gostou? Partilhe...

Posts Relacionados

Bélgica apresenta queixa contra salários de três euros na Alemanha
4/ 5
Oleh
Página inicial