ASAE apreende lasanhas com carne de cavalo à venda no Pingo Doce

ASAE apreende lasanhas com carne de cavalo à venda no Pingo Doce
A ASAE anunciou, esta quinta-feira, que apreendeu, no início desta semana, em vários supermercados Pingo Doce lasanha que continha carne de cavalo contaminada com um analgésico proibido.
Foram apreendidas 12.410 embalagens do produto rotulado com a marca Euroshopper, depois da Autoridade de Segurança Económica e Alimentar (ASAE) ter recebido uma notificação na sexta-feira passada do Sistema Comunitário de Alerta Rápido para Alimentação. Os produtos sob suspeita, distribuídos em nove países, estão a ser submetidos a análises, cujos resultados definitivos ainda são desconhecidos. Segundo a ASAE, "não é ainda possível confirmar a existência de risco do consumo desse produto para a saúde dos consumidores". As lasanhas contêm carne de cavalo, produzida no Luxemburgo, com matéria-prima proveniente da Roménia e distribuída em vários mercados. Além desta situação, que representa uma potencial ameaça à saúde pública, a ASAE apreendeu, devido a infração económica relacionada com irregularidades de rotulagem, "40.691 kg de preparados de carne e produtos à base de carne numa indústria de transformação e 5666 embalagens de preparados de carne e produtos à base de carne em estabelecimentos de retalho". De um total de 50 análises realizadas, a ASAE instaurou três processos-crime por fraude económica, e contraordenações por irregularidades de rotulagem. As investigações prosseguem.

Gostou? Partilhe...

Posts Relacionados

ASAE apreende lasanhas com carne de cavalo à venda no Pingo Doce
4/ 5
Oleh
Página inicial