Homem dispara arpão no próprio olho e sobrevive milagrosamente

Homem dispara arpão no próprio olho, mas sobrevive
Bruno Coutinho, de 34 anos, foi internado esta semana no Brasil com um arpão alojado no cérebro.
O arpão foi disparado a cerca de 30 centímetros do seu rosto, perfurou um olho e atravessou o crânio por completo.
O homem que deu entrada no Hospital de Santa Teresa em Petrópolis, no Rio de Janeiro, manejava o objeto quando subitamente este disparou. O arpão perfurou o olho esquerdo atravessando o crânio, praticamente por completo.
Segundo a equipa médica, o homem entrou no hospital na segunda-feira passada (22 de Abril, 2013), lúcido e consciente. Já a cirurgia, que durou cerca de quatro horas, foi considerada um sucesso pelos médicos. Removeram o objeto que atravessou 15 centímetros do cérebro de Bruno sem que tenha ocorrido qualquer dano neurológico.
A mesma equipa médica responsável pela cirurgia diz que apenas por sorte salvou o paciente. O arpão passou a milímetros de artérias vitais e o facto de estar vedado com uma fita própria para isolar, impediu que este armasse.
A pedido dos cirurgiões, um familiar do homem levou um arpão semelhante para análise. Só assim foi possível aos médicos estudarem devidamente o artefacto de pesca e decidir retirá-lo pela mesma cavidade por onde entrou.
No dia seguinte, foi posta em prática a segunda parte da cirurgia, que tinha como principal propósito recuperar o olho esquerdo de Bruno, trespassado pelo arpão.
Foi necessário reconstruir todo o globo ocular de forma a manter o órgão, apesar da perda de algum conteúdo no acidente, os médicos admitem que ainda seja possível que o paciente recupere a visão, apesar do quadro clínico ser imprevisível.
O acidentado permanece internado e em observação. E se tudo correr dentro da normalidade, num caso fora do normal, terá alta na próxima semana.

Gostou? Partilhe...

Posts Relacionados

Homem dispara arpão no próprio olho e sobrevive milagrosamente
4/ 5
Oleh
Página inicial